Quem é Nina Rocha

  Um perfil:

Dados Pessoais:Cláudia Regina Franke Ivanike – NINA ROCHA.    

Nascida em Curitiba-Paraná em: 18/06/69 – casada com Rinaldo Ivanike (Delegado de Polícia da Capital); Mãe da Fernanda, Isabela, Renata e Roberta .
Ainda menina, estudou ballet e jazz, na Academia de Ballet Coppéllia. Na adolescência, estudou magistério no Colégio Sagrado Coração de Jesus, do qual acredita ter saído grande parte da bagagem didática que hoje lhe acompanha, pois nessa época conseguiu compilar sua primeira caderneta de poesias, além de realizar a primeira literatura em forma de painéis.

A primeira faculdade, foi realizada na antiga Faculdade de Reabilitação Tuiuti – hoje, UTP. 
 
Sempre buscando um melhor aperfeiçoamento, realizou inúmeros cursos para a complementação terapêutica, como:a utilização da cromoterapia magnética e cromoterapia. 

Depois, realizou Pós- Graduação em Magistério Superior e em Psicopedagogia, com conclusão do Mestrado em Distúrbios da Comunicação em 1999, pela UTP.
Foi professora no curso de Pós- Graduação do CIPPEX – Centro Internacional de Pesquisa, Pós Graduação e Extensão; e, da Faculdade São Judas Tadeu de Pinhais – FAPI.
Dedicou-se paralelamente ao trabalho clínico, às avaliações e triagens fonoaudiológicas em várias empresas e principalmente no Colégio Spei Água Verde (atual Faculdades Spei).
Foi membro efetivo do Conselho Regional de Fonoaudiologia 3ª Região, por dois mandatos consecutivos. Nessa ocasião, terminada a gestão como Conselheira, iniciou um trabalho com atores paranaenses, o que lhe rendeu a função de fonoaudióloga-atriz, na Escola de Teatro Arte em Cena.

No ano de 2000, entrou para o curso de Direito na UNIANDRADE, cujo percurso foi interrompido no ano de 2003, mas, retomado em 2004, com as melhores notas da classe! Em meio às atividades acadêmicas, desenvolve palestras no Curso Parto Sem Medo, (no qual leciona desde 1993); participa de reuniões com o grupo do Centro de Atenção ao Idoso; assume duas turmas para lecionar hidroginástica na Academia de Natação “Popeye”; e, retoma o trabalho terapêutico!
Agora, as atividades – principalmente as palestras e a escrita, assumem um forte caráter de transmitir mensagens positivas, de auto-ajuda e auto-estima!
Persistindo a inquietação sobre “demonstrar e ver” propagado o BEM entre as pessoas, conseguiu nesse mesmo ano, o registro para 12 obras literárias junto a Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.
O que antes era um sonho, acaba se concretizando quando percebe as crianças repetindo “partes” de suas histórias infantis!

Assim, com recursos insuficientes para as edições, recorre a um antigo projeto iniciado na época do Magistério, o qual abordava a literatura na forma de PAINÉIS – De aspecto artesanal, porém eficaz quando o propósito é a “forma” e não a “fôrma”.

Mergulhada no incansável mundo das “ilustrações e letrinhas”, muitas vezes percebia-se nas aulas de Direito, com as mãos manchadas de tinta! Mas, não por isso, deixou de frequentar as aulas, o que, excetuando-se o primeiro bimestre, comprova-se na ficha de presença que marca 100% de freqüência.
Com tudo, terminado o primeiro jogo de quatorze telas, inicia-se a trajetória de “O MUNDO DE NINA!”




Já com o firme pseudônimo adotado, NINA ROCHA apresenta o seu trabalho de literatura em forma de exposições, recebendo sempre elogios pelo propósito de SEMEAR UM MUNDO MELHOR, em que por um instante se possa esquecer os furacões, guerras, enchentes, violência… entre outras desgraças desse mundo!
Os primeiros trabalhos foram realizados por professoras de escolas públicas, cujos testemunhos enfatizaram que “O MUNDO DE NINA” foi capaz de transformar a conduta de algumas crianças – atos visíveis durante a pintura ou explanação oral.


– Guardo com orgulho, o depoimento de uma professora da rede Municipal de Curitiba, afirmando que ela nunca gostou de poesias, mas, depois de trabalhar com seus alunos o tema “O MUNDO DE NINA”, passou a simpatizar!
Hoje, posso seguramente afirmar, que o ano de 2005, serviu como um “abrir de portas” para o Projeto de Literatura em Telas! Sendo que, do primeiro jogo de telas, nasceu o livro “O MUNDO DE NINA”, o qual não só mais a mim pertence, pois fico admirada com a sua aceitação entre as pessoas, principalmente entre as “crianças” que parecem assumir o papel de personagem principal, pintando com alegria as ilustrações de cada página!

Como se constitui o seu Projeto Cultural? Para quem se dirige e por quê?

R: Com relação ao PROJETO CULTURAL NINA ROCHA: “Literatura – Arte e Cultura, semente que deve ser cultivada como certeza de herança das crianças de amanhã!” Este, é constituído de exposições de literatura em telas em empresas, escolas e lugares públicos.
O “EIXO” do projeto é a democratização do acesso, o fomento, o incentivo e a valorização da literatura, arte e cultura, cujo público alvo é a população em geral.

Qual é a concepção de MUNDO das crianças de nossa atualidade?

De acordo com as minhas próprias observações, pela análise dos relatos de outras mães, professores, e ainda, pelos depoimentos que colho durante as exposições, as crianças da nossa atualidade estão vivenciando um“mundo fechado”! Não há mais segurança para andar com tranquilidade nas ruas, nem mesmo dentro das próprias casas. O brinquedo da classe média é o computador, que ao mesmo tempo é também a fonte de “entretenimento e de pesquisas escolares”… Livro? está longe da realidade da maioria! Em determinadas escolas, ainda há o livro didático, em outras, os materiais de aprendizagem são moldados de acordo com centros de interesse – fato que contribui notavelmente para o despertar da criatividade, conquistando seu objetivo “se” corretamente aplicado! De nada adianta uma boa “forma” presa em uma “fôrma”!
A nossa criança necessita de muito incentivo, estímulos variados e auto-estima! Precisa “conhecer” os limites entre o certo e o errado; e, acima de tudo, precisa aprender a RESPEITAR AO INVÉS DE TEMER!
Para que se possa delinear o perfil da criança com relação à concepção de mundo, basta que entrevistemos os seus pais e educadores! É O AMBIENTE, O COTIDIANO, QUE FAZ O MUNDO DAQUELE QUE O HABITA!


1. Como adquirir?

PARA MAIORES INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO DE LITERATURA EM TELAS, bem como, para o agendamento de visitas, é dado os contatos:
ninarocha2005@yahoo.com.br
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: