nair lucia de britto

Ceia de Natal

CEIA DE NATAL Nair Lúcia de Britto   O sol queimava alto naquela tarde que mal começava. Os discípulos aproximaram-se de Jesus e pediram-lhe que  dispensasse a multidão que O acompanhava. Eram cerca de cinco mil homens, ali levados pela… Leia mais ›

Muérdete la lengua

  MUÉRDETE  LA  LENGUA                Nair Lúcia de Britto   Se você brigou com alguém Faça as pazes… As brigas entristecem Separam pessoas que se amam É só cada um… Ceder um pouquinho daqui Um pouquinho dali… Para chegar a… Leia mais ›

Relatos selvagens

RELATOS SELVAGENS  (Relatos Selvajes – Argentina – 2014)   Não comento sobre filmes de violência os quais considero uma das molas eficazes para impulsionar  um dos piores prejuízos para a sociedade: a violência. Mas assim como grande parte da população… Leia mais ›

Negrinho

NEGRINHO Nair Lúcia de Britto   Um menino negrinho, bem negrinho, chamou minha atenção logo que entrei num quarto largo, de hospital, onde várias pacientes estavam internadas. Eu,  pouco mais que uma menina, sentia-me atordoada, amedrontada, triste, carente e inconformada;… Leia mais ›

Verdade e Vida

VERDADE E  VIDA                 Nair Lucia de Britto Nossa vida abrange alegrias, tristezas, sucesso, felicidade, fracassos; enfim, são várias as situações pelas quais passamos. A dor pode atingir tanto o pobre como o rico; sem distinção. Mas acima de todas… Leia mais ›

Quem ama, educa

QUEM AMA, EDUCA Nair Lúcia de Britto   Educação, Ética e outros valores nobres para construção de uma sociedade são eternos. Tudo que avança para oferecer melhor qualidade de vida ao homem, como a ciência e a tecnologia, é um… Leia mais ›

Orgulho

ORGULHO            Nair Lúcia de Britto   O orgulho é o líder De outros descalabros Os orgulhosos disputam Quem é o mais forte O mais poderoso O mais enricado Etc e tal… Daí começa o Mal!   Ontem era a… Leia mais ›

Muito Prazer

“MUITO PRAZER” Nair Lúcia de Britto Quando saí do Colégio de freiras ao concluir o Ginásio, eu e algumas colegas de turma fomos para um Colégio Misto para cursar o “Clássico”.   Sentiamo-nos um tanto deslocadas naquele ambiente descontraído onde,… Leia mais ›

Rebeca

REBECA Nair Lúcia de Britto     Rebeca querida Como sinto saudades dos nossos passeios Pela orla da praia do Gonzaga Você veio… Para trazer alegria e felicidade Para todos com quem encontrava Você sempre sorria  “Com o rabo”!  … Leia mais ›

A comilança

(La Grande Bouffe – 1973- Itália/França)  Nair Lúcia de Britto     Na década de 70 fui assistir este filme no Cine Arouche, em São Paulo. Sempre gostei das comédias italianas (as melhores que eu já assisti) e do famoso… Leia mais ›

o bom cultivador

O bom cultivador Cultiva sempre o Amor Ouvi esta poesia, anos atrás, recitada por uma menina, aluna de um Colégio Estadual, do Rio de Janeiro. Tratava-se de uma reportagem da tevê Cultura, sobre um projeto que circulava nas Escolas. Além… Leia mais ›

Lembranças paternas

LEMBRANÇAS PATERNAS nair lúcia de britto Abri, hoje, um pequeno caderno que mamãe guardou muito bem guardado e que,agora,sou eu quem guarda. É um caderno de Citações literárias transcritas por meu pai, dos seus autores prediletos. São anotações muito antigas,… Leia mais ›

Homeopatia

HOMEOPATIA                   Nair Lúcia de Britto   A primeira vez que eu ouvi falar de Homeopatia foi através da mãe do meu marido. A mulher mais especial e mais sábia que eu já conheci na vida. Lembro-me, como se fosse… Leia mais ›