Em defesa da nossa língua portuguesa

Nossa língua tem mais de 400 mil vocábulos e é a sétima língua mais falada do mundo. Somos mais de 200 milhões de falantes do português em todos os continentes. Expressões corriqueiras como coffe-break nos eventos, “self-service” nos restaurantes, “happy hour” nos bares, “on sale”, “50% of” e “delivery” nas lojas, não têm razão de ser, sendo a única explicação cabível para a desnacionalização linguística fatores psicossociais reforçados por imposições econômicas e culturais. Continuar lendo Em defesa da nossa língua portuguesa

Parceiros

  Seis meses difíceis. Mas somos persistentes. O trabalho é cansativo, porém prazeroso. Continuamos a percorrer pelos caminhos – nossos múltiplos caminhos. Prosseguimos… Tentamos superar os defeitos – somos seres humanos e corrigir os erros. As portas estão abertas, poéticamente abertas – não escancaradas e, carinhosamente, nossa sala de visita é cheia de esperança e de vontade de lutar. Acreditamos nessa revolução silenciosa da cidadania, … Continuar lendo Parceiros

SEXUALIDADE: A Arte de Saber Vivê-la

Fátima Teixeira Leliane Melro Após o último artigo sobre Terceira Idade (A velhice é indigna?), no qual abordamos a forma como foi construída a imagem da velhice em nossa sociedade, um leitor (veja na seção Cartas) chamou-nos a atenção para um aspecto bastante importante, mas ainda pouco explorado teoricamente, a sexualidade da pessoa idosa. Cabe lembrar que o tema velhice e as questões do envelhecimento começaram … Continuar lendo SEXUALIDADE: A Arte de Saber Vivê-la

A ostra e a pérola fina

A ostra e a pérola fina Hamilton Bernardes Cardoso foi jornalista e trabalhou como repórter especializado de polícia no Diário Popular, ex-repórter do Povo na TVS, canal 4, TV Cultura, canal 2, jornal  Versus.  Nasceu em Catanduva, interior paulista, em 10 de julho de 1954. Representou o Brasil em vários encontros de organizações e partidos políticos da África, Caribe, Europa e EUA, na Inglaterra onde proferiu uma … Continuar lendo A ostra e a pérola fina

Paulo pobre

Paulo pobre Gilberto da Silva     Paulo, pobre, preto Pedreiro, pobre Pedindo pão, pinga Paulo patriota Pagando promessa.   Paulo, pobre, pacato preto, pedreiro Pagando promessa Pedindo pão, pinga.   Paulo pintor parado Ponto pequeno, Proletariado.   Paulo passado Prometendo pagar Preces, pensamento Pular, pecar.   Perdendo poder Patriotismo Perdendo pátria Pronto pra prisão.   Pedindo perdão Perigo, procedente Piegas Pedindo passagem Pulando ponte   … Continuar lendo Paulo pobre

Domingo sem parque e sem morte

Domingo sem parque e sem morte Depois da ansiedade Fruto da espera louca Da neura da cidade É domingo na metrópole   Tem música nos aparelhos, no vento, e nos mistérios. Tem stérios e estéricos, missa, pastores e almas. Mocinhas nos cines e rapazes apressados (onde vão? Hoje é dia de descanso.) Famílias sentadas em volta das mesas cheias de macarronadas e, dois hambúrgueres com … Continuar lendo Domingo sem parque e sem morte

As cachoeiras em Visconde de Mauá

Ano I – Nº5 – Agosto de 2000 As cachoeiras em Visconde de Mauá José Afonso de Oliveira Situada na divisa entre Minas Gerais e Rio de Janeiro, no alto da Serra da Mantiqueira Visconde de Mauá é repleto de cachoeiras. Visitar a cidade é um belo atrativo e um bom desafio para quem gosta de aliar muito movimento e contemplação. As trilhas são fascinantes. … Continuar lendo As cachoeiras em Visconde de Mauá

Devemos combater os estrangeirismos?

  A Comissão de Educação da Câmara aprovou o projeto de lei que proíbe o uso de expressões estrangeiras no país em eventos públicos, nos meios de comunicação e em estabelecimentos e produtos. O projeto de autoria do deputado do PC do B – SP, Aldo Rebelo, tolera palavras de origem estrangeira que já tenham sido integradas ao Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Academia … Continuar lendo Devemos combater os estrangeirismos?

As sensações que não me abandonam

O último dos meus artigos foi sobre um homem que vendia amendoins em um ônibus – o que me incomodou, mesmo que pouco. De lá para cá, os motivos têm ido desde o sequestro televisionado do Rio – que acompanhei “explodindo” por dentro – até a figura do próprio Pelé, que domina meus dias, pois trabalho no portal que leva seu nome. Não tenho conseguido passar em branco todos esses dias, que em muito têm me afetado, mas escrever que é bom, nada. Continuar lendo As sensações que não me abandonam

Cavaleiro das caatingas

Wandir Gonçales A música brasileira e o canto popular deve muito a Elomar. Esquecido, o menestrel, arquiteto e criador de bodes na região da Gameleira, perto de Vitória da Conquista, Bahia, tem um universo musical e poético único: é uma sinfonia. Os dialetos e costumes da Caatinga são recriados por este músico maior, ao mesmo tempo rústico e sofisticado, em uma obra essencial, que vai … Continuar lendo Cavaleiro das caatingas

Exclusão social

  “A superação da contradição é o parto que traz ao mundo este homem novo não mais opressor; não mais oprimido, mas homem libertando-se.” Paulo Freire – Pedagogia do Oprimido Exclusão social Paulo de Abreu Lima Recentemente assisti a uma entrevista no canal GloboNews feita pelo jornalista Chico Pinheiro com D. Aloísio Lorscheider, Cardeal Arcebispo de Aparecida, SP, e achei interessante compartilhar uma reflexão sobre … Continuar lendo Exclusão social

Algumas perguntas, banais ou não, que merecem respostas

  1. Onde estão as pessoas de bem? 2. Qual o futuro que nos cabe? 3. Será a democracia brasileira, feita apenas para inglês ver? E o nosso português apenas para mal comer? 4. A partir de 3 de abril o salário mínimo foi fixado em R$ 151,00 pelo Governo. Como entender o assunto como “uma grande vitória ou conquista do trabalhador”? 5. O que … Continuar lendo Algumas perguntas, banais ou não, que merecem respostas

Vós que sois cristãos

Vós que sois cristãos Quando fizerdes vossas orações Por crianças que têm pão, escola e abrigo Lembrai-vos dos meninos da Candelária, Que não tiveram tempo de fazer uma oração. Quando fordes à igreja para a missa Santa rezada pelo vigário paroquial, Lembrai-vos dos caídos em Vigário Geral, Que não tiveram tempo de fazer uma oração. Quando estiverdes numa aldeia indígena, Missionários, pregando o Evangelho, Lembrai-vos … Continuar lendo Vós que sois cristãos

Penedo, um pedaço da Finlândia no Brasil

  Ano I – Nº4 – Julho de 2000 como http://www.partes.com.br/turismo04.html O clima ameno, rios e cachoeiras que formam piscinas naturais de águas límpidas, pousadas confortáveis e tranquilas, saunas públicas, hospitalidade e simplicidade são as principais características deste povoado fundado por finlandeses no Brasil. No começo do século XX, a partir de 1920, finlandeses chegados à região do Itatiaia encantaram-se com a natureza ao redor … Continuar lendo Penedo, um pedaço da Finlândia no Brasil

Retrato do Brasil

Ano I – Nº 4 – Julho de 2000 como: http://www.partes.com.br/imprensa04.html Em 29 de janeiro de 1987 era publicada a edição nº 1 do jornal Retrato do Brasil. Trazia na sua capa as caricaturas de Sarney e Ulysses e o título: Constituinte – Sarney & Ulysses: o acordo que compromete a soberania. O jornal em formato standart tinha como diretores, Elifas Andreatto, Eurico Andrade, Fernando … Continuar lendo Retrato do Brasil

A Constituição do arroz e do feijão

Imprensa Retrato do Brasil Em 29 de janeiro de 1987 era publicada a edição nº 1 do jornal Retrato do Brasil. Trazia na sua capa as caricaturas de Sarney e Ulysses e o título: Constituinte – Sarney & Ulysses: o acordo que compromete a soberania. O jornal em formato standart tinha como diretores, Elifas Andreatto, Eurico Andrade, Fernando Moraes, Flávio Andrade, Hélio Bicudo, Luis Gonzaga … Continuar lendo A Constituição do arroz e do feijão

Vós que sois cristãos

      Vós que sois cristãos Quando fizerdes vossas orações Por crianças que têm pão, escola e abrigo Lembrai-vos dos meninos da Candelária, Que não tiveram tempo de fazer uma oração. Quando fordes à igreja para a missa Santa rezada pelo vigário paroquial, Lembrai-vos dos caídos em Vigário Geral, Que não tiveram tempo de fazer uma oração. Quando estiverdes numa aldeia indígena, Missionários, pregando … Continuar lendo Vós que sois cristãos