Esalq – Estudo aponta excesso de manganês em espécies de peixes no estuário do Rio Doce

Índice representa aumento de 880% no conteúdo de manganês dissolvido em água em 2017 em comparação aos valores observados em 2015, dias após a chegada dos rejeitos provenientes do desastre de Mariana Equipes do Grupo de Estudo e Pesquisa em Geoquímica de Solos do Departamento de Ciência do Solo (GEPGEoq) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) e do projeto Rede SoBEs Rio … Continuar lendo Esalq – Estudo aponta excesso de manganês em espécies de peixes no estuário do Rio Doce