Arquivo Público bate recorde de pedidos de certidão de imigração

caricaturaaribarroso

Caricatura Ari Barroso (1951)

 

Entre janeiro e dezembro do ano passado foram realizados mais de 12 mil pedidos. Em quatro anos, procura aumentou 121%

Em 2017 cerca de 12.400 requerimentos de certidões de imigração foram solicitados ao Arquivo Público do Estado de São Paulo (APESP), segundo levantamento realizado pelo Núcleo de Assistência ao Pesquisador da instituição. Em comparação aos anos anteriores, o número cresceu 121% em relação à 2014 (5.604 pedidos); 62% em 2015 (7.652); e 34% em relação à 2016, em que 9.200 pedidos foram realizadosA maioria das pessoas que procuram o serviço querem obter o documento para comprovar a entrada de familiares estrangeiros no Brasil e assim, dar entrada no processo de dupla cidadania.

“Os dados demonstram que a crise tem gerado um aumento expressivo de brasileiros querendo buscar melhores oportunidades fora do país. É uma sensação presente na sociedade e que vem sendo objeto de reportagens pela mídia, sobre a vida dos brasileiros no exterior”, afirma o coordenador Fernando Padula, do APESP.

As certidões fornecidas pelo Arquivo Público têm finalidade jurídica e são emitidas com base nas listas de desembarque do Porto de Santos nos anos de 1888 a 1978; através da pesquisa de entrada de estrangeiros na Hospedaria de Imigrantes entre 1887 e 1978; ou baseadas nas fichas de registro da Delegacia Especializada de Estrangeiros da Capital, órgão de fiscalização de estrangeiros em São Paulo entre os anos de 1939 a 1984.

Anúncios


Categorias:Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: