SindusCon-SP: Construção teve baixa de 0,19% no número de empregos em maio


Foram demitidos 4.646 trabalhadores, chegando ao 32º mês consecutivo de cortes

de: Assessoria de imprensa SindusCon-SP

A variação na redução do número de postos de trabalho na construção civil no mês de maio foi de 0,19%, resultando em queda pouco superior à de abril, que ficou em 0,04% em relação a março. O mês de maio é o 32º, consecutivo, em que são realizadas demissões na construção civil, que perdeu mais 4.646 trabalhadores.

O estoque de trabalhadores no setor foi reduzido para pouco mais de 2,4 milhões. Em 12 meses, a queda foi de 12,07%. Em outubro de 2014, primeiro mês de variação negativa, o estoque era de 3,57 milhões. Desconsiderando os efeitos sazonais*, a queda é de 0,48%.

Os dados são da pesquisa realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE).

O nível de emprego na construção segue caindo nas três maiores regiões do país empregadoras de mão de obra (Nordeste, Sudeste e Sul) e na maioria das regiões do Estado de São Paulo, observa o vice-presidente de Economia do SindusCon-SP, Eduardo Zaidan. “Se há algum descolamento da economia real da crise política, isso ainda não chegou à indústria da construção como um todo”, comenta.

Segmentação 
Em maio, na comparação com abril, os segmentos que mais apresentaram queda foram Imobiliário (-0,8%) e Outros Serviços (-0,62%). Apresentaram alta no mês Infraestrutura (1,37%) e Preparação de Terreno (0,26%).

Em 12 meses, as maiores baixas são Imobiliário (-15,52%) e Obras de Acabamento  (-12,70%).

Por regiões
Das cinco regiões do Brasil, três registraram queda: Sudeste (-0,42%), Nordeste (-0,25%) e Sul (-0,08%). Os piores números no Sudeste foram registrados em São Paulo (-0,72%) e no Rio de Janeiro (-0,64%). No Nordeste, os estados que tiveram quedas mais significativas foram Sergipe (-1,49%) e Pernambuco (-1,06%). No Sul, tiveram pior desempenho Rio Grande do Sul (-0,6%) e Santa Catarina (-0,27).

Já as regiões Norte e Centro-Oeste registraram alta de 0,69 e 0,61, respectivamente. Os estados de Roraima (3,79%) e Tocantins (3,27%) puxaram os números do Norte. No Centro-Oeste os estados de Mato Grosso (1,87%) e Goiás (1,34%)

  Emprego por regiões do Brasil (maio 2017)  
Região Variação Mensal (%) Variação absoluta do estoque
Centro-Oeste 0,61 197.332
Nordeste -0,25 485.990
Norte  0,69 132.930
Sudeste -0,42 1.245.666
Sul -0,08 404.846
Brasil (Total) -0,19 2.466.764

** Os dados da tabela consideram os fatores sazonais

Estado de São Paulo 
No Estado de São Paulo, o mês de maio encerrou com estoque de 679.537, queda de 0,72% em relação abril, com perda de 4.940 vagas. Em 12 meses a construção paulista acumula perdas de 83.577 postos de trabalho.

Na avaliação segmentada, os itens Outros serviços (-1,49%) e Imobiliário (-1,33%) foram os que mais demitiram. Por outro lado, os segmentos Infraestrutura (0,66%) e Preparação de Terreno (0,13%) tiveram resultados positivos.

Entre as Regionais do SindusCon-SP, as maiores altas foram em Santo André (0,47%) e Bauru (0,3%). As baixas mais significativas foram registradas em Sorocaba (-1,69%) e Presidente Prudente (-1,37%).

Emprego por regiões do Estado de São Paulo (maio de 2017)**
Região Variação Mensal (%) Variação Absoluta do Estoque
 
Bauru 0,30 89
Campinas -0,05 -39
Presidente Prudente -1,37 -120
Ribeirão Preto -0,93 -451
Santo André 0,47 189
Santos -1,15 -229
São José do Rio Preto -1,33 -391
São José dos Campos -1,02 -591
São Paulo (sede) -0,70 -2.074
Sorocaba -1,69 -1323

** Os dados da tabela consideram os fatores sazonais

 *A dessazonalização é um tratamento estatístico que tem como objetivo retirar efeitos que tipicamente acontecem em um mesmo período do ano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s