Livro traz experiências de formação de profissionais que atuam na atenção a usuários de drogas

Obra traz pesquisas e reflexões críticas à abordagem proibicionista

 

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está lançando o livro “Drogas e Direitos Humanos – Caminhos e Cuidados”, que reúne pesquisas e reflexões sobre experiências de formação de profissionais que atuam junto a usuários de drogas realizadas pela equipe do Centro Regional de Referência em Educação na Atenção ao Usuário de Drogas da Região de Sorocaba (CRR-UFSCar- Sorocaba). A obra – que ganha especial relevância em um momento caracterizado pelos autores como de avanço do conservadorismo nas políticas públicas direcionadas aos usuários de drogas – foi organizada por Marcos Roberto Vieira Garcia e Teresa Mary Pires de Castro Melo, docentes do Departamento de Ciências Humanas e Educação (DCHE) do Campus Sorocaba da UFSCar, e Simone Peixoto Conejo, psicóloga atuante no Campus Lagoa do Sino da UFSCar e Vice-Coordenadora do CRR.
Para o lançamento, está sendo organizada a mesa-redonda “Drogas e Direitos Humanos – Caminhos e Cuidados em tempos de retrocessos”, que, assim como o livro, deverá promover o debate sobre abordagens progressistas no acolhimento e atenção a usuários de drogas, em oposição às abordagens proibicionistas e/ou que desrespeitam os Direitos Humanos. “O título do livro remete à ideia de que o cuidado depende do caminho escolhido. Nós temos dois grandes paradigmas no que diz respeito à atenção ao usuário de drogas: o da ‘guerra às drogas’, que quer acabar com elas a qualquer custo e entende que isso é possível, e aquele mais progressista, de redução de danos, respeito ao usuário, humanização do atendimento. O trabalho no CRR está inscrito neste segundo paradigma, e o livro busca justamente contribuir para a concretização de soluções mais efetivas, que combatam o senso comum e a ideia de que existem soluções fáceis”, explica Marcos Roberto Vieira Garcia. “Ações como aquelas em curso na ‘cracolândia’, em São Paulo – mas, certamente, não apenas lá – têm muito mais um objetivo higienista, uma lógica de controle do espaço urbano que busca a retirada de pessoas indesejadas, e não o cuidado mais efetivo e humanizado. Porém, essas ações, além do desrespeito aos Direitos Humanos, têm baixa resolutividade. Das pessoas internadas compulsoriamente, por exemplo, mais de 90% não conseguem ficar sem as drogas”, complementa Garcia.
O CRR-UFSCar-Sorocaba foi criado no contexto do “Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras drogas”, lançado pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas em 2010. Desde então, dentre outros projetos, o CRR já realizou vários cursos de aperfeiçoamento profissional organizados a partir de um referencial teórico e propostas metodológicas que buscam enfatizar a questão dos Direitos Humanos dos usuários de drogas, com mais de 850 concluintes, das diversas áreas que atuam na atenção às pessoas que fazem uso prejudicial de drogas. “Este é um campo em disputa, que envolve a Saúde Mental mas não só, afetando vários outros segmentos, com questões relacionadas ao mundo do trabalho, à Educação, à religião. No CRR, nós trabalhamos nessa perspectiva multicêntrica, que combate a visão centrada na internação e atua com estratégias de intervenção no território, de redução de danos e criação de vínculos com os usuários, dentre outras características”, conta o professor da UFSCar.
A mesa-redonda de lançamento do livro “Drogas e Direitos Humanos – Caminhos e Cuidados” acontece no dia 13 de junho, das 19 às 22 horas, no Núcleo ETC UFSCar, que fica na Rua Maria Cinto de Biaggi, 130, no bairro Santa Rosália, em Sorocaba. A participação é aberta a todas as pessoas interessadas e as inscrições, gratuitas, poderão ser feitas no local a partir das 18 horas. Juntamente com Garcia, participam da mesa Bruno Ramos Gomes, mestre em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP) e doutorando em Saúde Coletiva pela Universidade de Campinas (Unicamp), que foi Coordenador de Ensino e Pesquisa do Centro de Convivência “É de Lei”, de São Paulo; e Raquel Barros, Coordenadora Geral da Rede Americana de Intervenção em Situações de Sofrimento Social, Presidente do Instituto Empodera e Coordenadora da Associação Lua Nova.
Durante o evento, serão distribuídos exemplares do livro “Drogas e Direitos Humanos – Caminhos e Cuidados”, publicado pela Editora Setembro. A obra também será disponibilizada em breve em formato eletrônico gratuito. Quem se interessar pode entrar em contato com o CRR-UFSCar-Sorocaba pelo e-mail crr@ufscar.br. Mais informações também no site do CRR (em www.crr.ufscar.br).
Anúncios


Categorias:Cultura, Direitos Humanos, Livros

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: