Considerações sobre as Contribuições e Desafios das Tecnologias na Educação

Considerações sobre as Contribuições e Desafios das Tecnologias na Educação

* Rafael Costa Santana

RESUMO

Rafael Costa Santana Graduado em Ciências Biológicas na Modalidade Licenciatura, 2016, Universidade Estadual de Goiás – UEG. Campus de Porangatu – GO e-mail: rafaelsantanaueg@gmail.com.

A utilização de tecnologias inovadoras vem trazendo mudanças grandiosas no contexto social. O desenvolvimento de ações didático-pedagógicas é necessário para obter melhor discernimento diante de certas situações para uma alfabetização tecnológica tendo como foco questões epistemológicas e históricas seus valores e conceitos dos indivíduos dentro de um contexto social. No presente artigo pretende-se informar o papel da tecnologia no contexto educacional mostrando seus desafios e integração das práticas tecnológicas para a educação.

Palavras chaves: tecnologias, educação, tecnologia e ensino, ensino-aprendizagem

ABSTRACT

The use of innovative technologies has brought great changes in the social context. The development of didactic-pedagogical actions is necessary to obtain better insight into certain situations for a technological literacy focusing epistemological and historical questions on their values ​​and concepts of individuals within a social context. In this article we intend to inform the role of technology in the educational context showing its challenges and integration of technological practices for education. Keywords: technologies, education, technology and teaching, Teaching-learning


INTRODUÇÃO

Uma reflexão sobre o uso das novas tecnologias e suas contribuições para a educação é algo que se tornou necessário ao longo das últimas décadas pois a tecnologia vem evoluindo constantemente. É necessário discutir o sentido dos termos, técnicas, tecnologias e mídias abordando as relações entre homem e maquina, analisando a evolução da tecnologia educativa, discorrendo também os momentos históricos em que as mídias tecnológicas provocaram uma mudança no contexto educacional. Deve-se discutir as possibilidades educativas que a escola pode ter, fazendo com que as tecnologias nas escolas sejam o mais eficaz possível.

As tecnologias vieram para gerar uma abrupta e rápida mudança na educação, pois com ele foi possível a criação, assimilação, comunicação de amplos e variados conhecimentos (TOSCHI, 2005). Depois da popularização dos computadores os avanços tecnológicos foram grandes, se tornando uma realidade comum para os indivíduos envolvidos no meio educacional. Um avanço que teve também sua importância grandiosa é a internet, essa ferramenta facilitou a comunicação e conexão entre as pessoas, interligando todo o globo terrestre facilitando exponencialmente o acesso a informação.

Muitas tecnologias fizeram grande diferença para a educação e foram de certa forma um choque para a comunidade que não estava habituada a ela, e teve que se adaptar, como exemplo o retroprojetor, criada com intuito de ensinar durante o período da guerra, acabou indo parar nas escolas e foi bastante utilizado na educação básica e séries inicias, e atualmente o resultado dessa tecnologia é muito visível sendo usado até mesmo no ensino superior (TOSCHI, 2005). Isso demonstra uma mudança muito grande na metodologia empregada a sala de aula e todo o contexto de educação.

Todavia é necessário reconhecer que uma sociedade cada vez mais tecnológica precisar ser acompanhada de uma importante e necessária conscientização de que, deve fazer parte do currículo escolar a capacidade e habilidade de lidar com novas tecnologias, pois no contexto educacional exige-se uma diferenciada abordagem em que essas tecnologias não podem ser deixadas de lado (MERCADO, 1998).

1 NOVAS TECNOLOGIAS

Num contexto de globalização a tecnologia se faz muito importante, envolvendo a engenharia e ciência, ferramentas e maquinas que são utilizadas para facilitar e deixar mais dinâmico e eficiente as ações, comunicação e trabalhos de uma sociedade, e como consequência o uso dessas tecnologias permitiu com que cada vez a possibilidade de um contato maior e melhor entre as pessoas, conectando-as a praticamente com o mundo, fazendo uma grande revolução tecnológica. Todavia isso levou certo tempo para acontecer.

Desde a invenção do primeiro automóvel (1885) até a viagem do homem na lua (1969), nota-se um intervalo de 84 anos, é um tempo curto se considerarmos a histórica evolutiva do homem e suas tecnologias. Ao longo desses anos a tecnologia avançou de forma acelerada e possibilitou grandes mudanças em todos os contextos da sociedade.

A tecnologia tem como objetivo facilitar e aprimorar relações e ações na vida dos indivíduos de uma sociedade. Por exemplo o telefone facilitou a conversação entre duas pessoas, possibilitando que conversassem mesmo estando milhares de quilômetros distantes uma da outra. Hoje em dia o telefone se tornou uma ferramenta com muitas funções integradas, como função mp3, câmera, jogos, inúmeros aplicativos, GPS, acesso à internet, sua função original de fazer ligações obviamente e muitas outras. Tivemos uma grandiosa evolução no que se refere a armazenamento de dados, inicialmente tínhamos os disquetes que armazenavam alguns bits de memória e mesmo os computadores enormes tinha uma capacidade muito baixa de armazenamento, atualmente podemos armazenar milhares e milhares de arquivos e documentos em um diminuto aparelho.

Com o progresso e transformações, a globalização, no decorrer dos anos, atingiu direta ou indiretamente todas os nichos da sociedade, em especial na comunicação, relação de comercio e transmissão de conhecimento sendo que foi consideravelmente grande seu impacto na educação ocasionando mudanças nas vidas dos indivíduos, trazendo aspectos positivos e também negativos.

No Brasil assim como em alguns países o uso das tecnologias na educação iniciou em algumas universidades, no início da década de 70, em 1971 na Universidade Federal de São Carlos em São Paulo foi realizado um seminário intensivo sobre o uso de computadores no ensino, que foi ministrado por um especialista da Universidade Dartmouth, EUA (SOUZA, 1983). Após esse evento inúmeras mudanças foram acontecendo, vários acontecimentos que fizeram a tecnologias estar inserida na educação. No decorrer da década de 50, quando teve início da comercialização dos primeiros computadores com alguma capacidade de armazenamento e softwares, foi quando começou as primeiras experiências de seu uso na educação, foi o estopim para a entrada da tecnologia no meio educacional (CARVALHO 1999).

O uso de tecnologias na criação de novos ambientes de aprendizagem que tem como foco a construção de conhecimento apresentou grandes desafios, inicialmente teve de se entender os mecanismos das novas tecnologias como uma maneira inovadora de representar o conhecimento, que provocou uma alteração nos conceitos já existentes, que possibilitou uma nova busca e compreensão de ideias e valores. E com isso se tornou necessário ações político-pedagógicas de tecnologia na educação que permitiram que o conhecimento e experiências relacionadas as essas tecnológicas fossem instaladas em diversas instituições no território nacional bem como em todo o seu contexto social.

2 TECNOLOGIAS NO CONTEXTO EDUCACIONAL

Atualmente estamos localizados num contexto influenciado pela ciência e tecnologia, toda a esfera do comportamento do ser humano tem influência das tecnologias. O conceito de tecnologia na educação ou tecnologia educacional está relacionado com a aplicação de recursos tecnológicos como método que auxilia o ensino, ou seja, usar a tecnologia em prol da educação favorecendo o ensino-aprendizagem facilitando o acesso a informação.

Nos últimos anos, o ambiente sala de aula se tornou um meio de grande interatividade, se modificando num terreno fértil para o desenvolver de metodologias capazes de tornar aulas em experiências dinâmicas de conectividade. Diante disso surge inúmeras oportunidades para a execução de diferentes tecnologias, no entanto deve considerar que as mudanças sejam feitas dentro do contexto social dos alunos, professores, gestores e familiares de forma natural e tranquila, com objetivo de melhorar toda a experiência e o principal, alcançar o ensino-aprendizagem de forma mais eficaz possível.

Esse tipo de ação sempre despertou uma preocupação grande para os pesquisadores e estudiosos a respeito da disseminação da tecnologia na sociedade. A crescente e rápida adoção das tecnologias pode trazer mudanças tanto para professores e estudantes, quanto para toda a sociedade. Esta realidade tem oportunizado que, os professores cada vez mais estejam envolvidos nas práticas escolares proporcionando uma maior interação seja por maneira voluntaria ou por casualidade ou necessidade específica. Existem variados recursos que são continuamente aperfeiçoados, se tratando de tecnologia que está em constantes avanços, tais como: aplicativos de interação, sites específicos, videoaulas, animações, plataformas de estudo, simulações, ferramentas de pesquisa dentre inúmeros outros. Todos esses recursos podem ser usados como forma de apoio aos professores.

A frente disso um novo padrão foi surgindo na educação e o papel do professor, diante as novas tecnologias, foi se modificando (MERCADO 1998). Através das novas tecnologias pode-se desenvolver uma série de atividades com foco didático-pedagógico, tais como: produções de texto em línguas nativas e também estrangeiras, elaboração de dados científicos de diversas naturezas, desenvolvimento de ambientes de aprendizagem, intercambio entre as várias culturas, novas interações sociais, e com isso também desenvolvendo certo grau de autonomia, para professores e alunos. Para os professores e gestores contribuírem para a escola por meio da tecnologia, pode ser muito ampla as possibilidades, por isso deve-se sempre rever e repensar a formação e a tecnologia. Com isso permiti a construção e aquisição de conhecimentos, e esses conhecimentos vão se enraizando nas experiências vividas (MOREIRA 2007).

Com acesso as novas tecnologias na educação é descoberta novas possibilidades que exigiram uma nova postura dos educadores. Com o uso de tecnologias na educação, obteve-se informações direto nas fontes, como Bibliotecas, Faculdades, Universidades e Centro de pesquisas, permitindo assim trabalhos e atividades entre diferentes instituições escolares, conectando professores e alunos em quaisquer local e horário, facilitando a construção e desenvolvimento de trabalhos com informações sendo trocadas entre escolas e universidades, entre estados e países, fazendo assim que os docentes trabalhem cada vez melhor.

O acesso a tecnologias interconectadas permitem que o ensino aprendizagem aconteça constantemente no espaço virtual e físico, e para que isso ocorra de forma eficaz é extremamente necessário a inserção de práticas pedagógicas adequadas. O objetivo da introdução da tecnologia na educação é justamente para novas oportunidades e experiências com importância pedagógica. A escola se torna mais interessante podendo estimular mais os alunos em suas atividades, sua aprendizagem é centrada nas diferenças individuais e na autonomia e capacidade do aluno, o tornando um usuário capaz de utilizar vários meios de informação de diferentes fontes e meios de comunicação.

Para Vilaça (2010) um dos avanços da tecnologia na educação é a EAD (Educação a Distância), a inserção da EAD acompanhada de formação e reflexão práticas e teóricas, com suas características, possibilidades, limitações e potenciais de variadas formas de ensino, incluindo das tecnologias e dos recursos utilizados.  Sendo assim nota-se que a tecnologia teve um grandioso papel na educação considerando sua importância atual para a sociedade contemporânea, e através da análise, reflexão e discussão dos educadores, para desenvolver propostas e meios de adequar a utilização das tecnologias no ambiente escolar, como educador deve-se assumir uma postura sempre encarando os obstáculos encontrados no caminho, sempre revendo a pratica pedagógica.

 

CONCLUSÃO

As novas tecnologias tiveram um impacto considerável sobre o papel dos educadores, em termos de conteúdo, metodologias de usabilidade das tecnologias, que se apoiou em um modelo geral de ensino-aprendizagem que veem os discentes como participantes autônomos do processo de aprendizagem e não mais como receptores apáticos do conhecimento, isso de certa forma incentivou os professores a utilizarem as redes e começarem a rever a sua pratica pedagógica e estimular seus alunos a serem participantes dessas novas experiências.

Essas tecnologias funcionaram como mediadoras da aprendizagem e sofrem até os dias atuas uma avaliação que serve para considerar um processo integrado no processo de ensino, isso é necessário pois deve sempre cumprir o papel de trazer informação para o desenvolvimento adequado do ensino-aprendizagem, servindo como motivação e incentivo, que irá orientar os educandos em suas dificuldades e dúvidas, guiando e informando se o educando está na direção correta de seus objetivos propostos.

Através das novas tecnologias os trabalhos e materiais produzidos, podem ser compartilhados por outros estudantes e divulgados com muita facilidade, para que o mesmo fique em fácil e rápido acesso para quem quiser. Alunos e professores podem desfrutar de inúmeros recursos que facilitaram grandiosamente a preparação de aulas, trabalhos e pesquisas, tornando assim o ensino-aprendizagem mais atraente, possibilitando que os usuários acessem conteúdos numa escala mundial que independe da localização geográfica que o aluno ou professor se encontra. Isso gera uma mudança na visão de mundo, ampliando os horizontes e sua capacidade de comunicação entre pessoas, idiomas, interesses e culturas.

A disseminação de uma educação de qualidade depende de grandiosas mudanças na sociedade, nos sistemas educacionais e na própria escola. Para isso deve-se adequar condições de trabalho pedagógico, conhecimentos relevantes, tecnologias que possibilitem novas estratégias que facilitem o ensino-aprendizagem e o planejamento de avaliação é importante para o aperfeiçoamento das ações pedagógicas.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ALMEIDA, M.E.B.; Educação e Tecnologias no Brasil e em Portugal em Três Momentos de sua História. PUC – Pontifícia Universidade Católica de S. Paulo Revista Educação, Formação & Tecnologias, vol. 1, 2008.

AUTH, M.A; Angotti, J.A.P.; Ciência e Tecnologia: Implicações Sociais e o Papel da Educação. Revista Ciência & Educação, v.7, n.1, p.15-27, 2001.

CARVALHO, G.; O Computador na Sociedade do Conhecimento. Ministério da educação, secretaria da educação a distância, programa nacional de informática na educação, 1999.

JONASSEN, D.; O Uso das Novas Tecnologias na Educação a Distância e a Aprendizagem Construtivista. Revista Em Aberto, ano 16, n.70, 1996.

MERCADO, L. P. L.; Formação Docente e Novas Tecnologias. IV Congresso RIBIE – Brasília, Universidade Federal de Alagoas, 1998.

MORAN J.M.; Novas tecnologias e o re-encantamento do mundo. Revista Tecnologia Educacional, vol. 23, n.126, p. 24-26, 1995.

MOREIRA, A. F. B.; KRAMER, S.; Contemporaneidade, Educação e Tecnologia. Revista Educ. Soc., vol. 28, n. 100, p. 1037-1057, 2007.

SANTOS, W. L. P.; MORTIMER E.F.; Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem C-T-S (Ciência – Tecnologia – Sociedade) no contexto da educação brasileira Revista Ensaio, v.02, n.02, p.110-132, 2000.

SOUZA, H.G.; Informática na Educação e Ensino de Informática: algumas Questões. Revista Em Aberto, nº 17, pp. 1-8, 1983.

TEIXEIRA, A.; Trabalho, Tecnologia e Educação: Algumas Considerações. Revista Trabalho e Educação, Belo Horizonte, 1998.

TOSCHI, M. S.; Tecnologia e Educação: Contribuições para o Ensino. Série-Estudos – Periódico do Mestrado em Educação da UCDB, n. 19, p. 35-42, 2005.

VILAÇA, M. L. C.; Educação a Distância e Tecnologias: Conceitos, Termos e um Pouco de História. Revista Magistro. Vol. 1 n.2, 2010.

SANTANA, R.C. Graduado pela Universidade Estadual de Goiás – UEG Campus Porangatu-GO –Pós-graduando em Educação e Linguagens pela Universidade Estadual de Goiás – UEG Campus Porangatu-GO; Pós-graduando em Educação Ambiental pela Faculdade Católica de Anápolis – FCA; e-mail: rafaelsantanaueg@gmail.com

Anúncios


Categorias:Educação

Tags:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: