Instituto de Línguas da UFSCar celebra seu primeiro aniversário

Atuação colaborativa para a democratização do acesso a línguas e culturas foi destaque no período

 

No dia 7 de abril, o Instituto de Línguas (IL) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) realizou uma programação para comemorar o seu primeiro ano de atividades, avaliar esse período e, também, planejar o futuro. As frentes de atuação do IL são: Formação em Línguas – Cursos e Oficinas; Tradução, Interpretação e Revisão; e Exames de Proficiência para a pós-graduação. Já as áreas atuantes são Espanhol, Inglês, Língua Brasileira de Sinais (Libras), Português e Português para pessoas estrangeiras. Em relação aos cursos, o Instituto está chegando a 500 matrículas em quase 20 turmas nos cursos de Inglês, Espanhol e Libras e, em breve, também Português para pessoas estrangeiras. Na segunda frente, de tradução, interpretação e revisão, um destaque foram as versões em Inglês e Espanhol de sites de programas de pós-graduação, e novas parcerias já estão sendo construídas, por exemplo para a tradução e/ou revisão de artigos científicos e de ementas de disciplinas de graduação. O Instituto também já realizou exames de proficiência em Inglês e em Espanhol de um programa de pós-graduação da Universidade e, no momento, está se preparando para oferecer exames para grandes áreas do conhecimento, também voltados aos programas de pós-graduação.
No entanto, foi ao falar de uma frente não prevista inicialmente que integrantes da equipe do IL demonstraram maior entusiasmo: a Rede Colaborativa de Línguas e Culturas/Pangea, uma parceria com o grupo de empreendedorismo social Enactus. A Rede, que tem origem em um esforço voltado ao acolhimento e acompanhamento de estudantes em mobilidade internacional, tem crescido para além desse objetivo inicial e, assim, tido um papel central na consecução da missão do Instituto de promover o reconhecimento da diversidade linguística e a democratização do acesso a línguas e culturas. Algumas das atividades já realizadas foram um minicurso de línguas e culturas franco-africanas, ministrado por um estudante da Costa do Marfim, e a exibição de um filme da Guatemala seguida de debate com um estudante guatemalteco. Ainda em abril, serão realizadas oficinas de línguas indígenas, fruto de uma outra parceria importante do IL, com o Centro de Culturas Indígenas da UFSCar (CCI).
“A Rede Colaborativa virou a nossa ‘menina dos olhos’. As demais atividades, que envolvem as ações mais regulares de ensino, pesquisa e extensão, são a razão de ser do Instituto, mas, ainda que em dimensões menores, já eram realizadas no âmbito do Departamento de Letras, das ações de formação de profissionais em línguas. Já a Rede foi uma grande novidade, e tem permitido que o Instituto tenha cada vez mais essa identidade de valorização de todas as línguas e culturas na Universidade”, avalia a Diretora do Instituto, Fernanda Castelano Rodrigues.
Durante a programação de aniversário do IL, Castelano também apresentou os resultados de enquete realizada junto a estudantes de graduação e pós-graduação dos quatro campi, que contou com a participação de 768 pessoas e, assim, permitiu uma visão abrangente das demandas desse público. Como um dos principais desafios para o futuro, a Diretora do IL vê a atuação em todos os campi, para a qual dois caminhos já vêm sendo construídos. Um deles é a identificação de docentes em Araras, Lagoa do Sino e Sorocaba que, junto com estudantes e em diálogo permanente com a equipe do IL – voltado, por exemplo, a oportunidades de treinamento e ao estabelecimento de padrões de qualidade -, possam organizar as atividades nos campi. Outro é o projeto Tandem, que forma duplas de pessoas interessadas em aprender uma a língua da outra. A princípio, os encontros dessas duplas deverão ser presenciais, mas a expectativa é que o projeto possa ser facilmente adaptado para acontecer também utilizando ferramentas de comunicação a distância.

Comemoração
A programação de aniversário no dia 7 de abril foi encerrada com uma confraternização que, além da equipe do Instituto e de pessoas parceiras, contou com a presença do Pró-Reitor de Graduação da UFSCar, Ademir Donizeti Caldeira, representando a Reitoria, e de Natalia Calderan Rissi, representando a Secretaria Geral de Relações Internacionais (SRInter). Em sua fala, o Pró-Reitor destacou o papel de cada pessoa da equipe do Instituto na construção de uma iniciativa de grande relevância para a UFSCar, e colocou a Pró-Reitoria à disposição para apoiar as ações no que estiver ao seu alcance. Caldeira também ressaltou a atenção às línguas indígenas e à Libras, para além das línguas mais consagradas na academia, e mencionou algumas parcerias que já estão sendo construídas para fomento à internacionalização.
Flavia B. de M. Hirata Vale, que coordena a Rede Colaborativa e é docente do Departamento de Letras (DL), falou em nome do conjunto de docentes do Instituto, e destacou sobretudo o papel do IL como espaço de formação, mas também a sua relevância para a Universidade como um todo. Gabriela Rossetti, doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) da UFSCar, falou em nome de monitoras e monitores do Instituto, e também destacou seu papel como espaço de formação. “Este é um espaço único, que valoriza a formação desde o seu início, na graduação. Pela diversidade do público-alvo do Instituto, bem como das atividades realizadas, temos uma oportunidade única de vivenciar contextos que, de outro modo, só vivenciaríamos depois da formação e, em alguns casos, só em estágios bastante avançados da carreira”, testemunhou.
Fernanda Castelano Rodrigues encerrou a cerimônia comentando justamente a expansão dos horizontes do Instituto durante o breve período desde a sua criação. “Nossa proposta de criação previa uma demanda que, a partir da formalização do Instituto, cresceu enormemente. Temos hoje uma abrangência que vai muito além do que o grupo que criou a proposta original imaginava”, reiterou a Diretora, agradecendo o trabalho, a dedicação e o apoio de toda a equipe. “Sem dúvida o melhor do Instituto de Línguas são as pessoas que nele estão e estarão”, concluiu.
Mais informações sobre o Instituto de Línguas podem ser obtidas na página do IL no Facebook (em http://www.facebook.com/institutodelinguasufscar), pelo e-mail institutodelinguas@ufscar.br, pelo telefone (16) 3351-6747 ou pessoalmente, na sala 11 do edifício AT10, na área Norte do Campus São Carlos da UFSCar.

Anúncios


Categorias:Educação, Educação

1 resposta

  1. Resgatar é preciso nossa cultura urgentemente.Parabéns.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s