Primeiro-ministro moçambicano quer que Justiça esclareça subornos na compra de aviões à Embraer

MOÇAMBIQUE

O primeiro-ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário, apelou à justiça para esclarecer o alegado pagamento de subornos pela fabricante brasileira Embraer na venda de aviões às Linhas Aéreas de Moçambique (LAM).

Maputo – O primeiro-ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário, apelou à justiça  para esclarecer o alegado pagamento de subornos pela fabricante brasileira Embraer na venda de aviões às Linhas Aéreas de Moçambique (LAM).

“Encorajamos os órgãos da administração da justiça a continuarem o seu trabalho no âmbito da prevenção e combate a corrupção”, disse Rosário, falando, nesta quarta-feira (14), durante a sessão de perguntas e respostas com o Governo, na Assembleia da República, informa a agência Lusa.

Respondendo a uma pergunta da bancada da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), partido no poder, sobre notícias dos alegados subornos envolvendo a transportadora aérea nacional, o primeiro-ministro assinalou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu um processo para a averiguação do caso.

Anúncios


Categorias:internacional, Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s