Audiência pública discute vaquejadas amanhã

vaquejada

Associação de Vaquejada se desespera com decisão do STF e banca manifesto com a covarde presença de animais em Brasília

Audiência Pública discute as Vaquejadas nesta terça. Veterinária do Fórum Animal irá comprovar os maus tratos e pede participação popular contra esta crueldade

Depois de o STF haver considerado a prática das vaquejadas como cruel e contrária à Constituição Brasileira, a questão agora será discutida em audiência pública da Comissão de Esporte da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira, dia 25/10.

A veterinária Vânia Nunes, diretora técnica do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, foi convocada para participar e irá apresentar laudos técnicos que provam ser impossível minimizar o sofrimento animal nesta atividade primitiva e brutal.

“Os relatórios veterinários comprovam: artifícios como protetor de cauda só tentam disfarçar a desfragmentação da coluna vertebral que acontece nos bovinos. Laçadas e derrubadas causam lesões irreparáveis e morte”, diz Vânia.

A vaquejada é uma prática deseducativa que estimula a violência. Não se pode em nome da “tradição” e da “cultura” permitir exploração do sofrimento animal, nem considerar “esporte” uma atividade onde existe um contendor em desigualdade absoluta de condições.

A própria ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, enfatizou que nem toda tradição deve ser mantida: “Cultura também se muda e muitas foram levadas nessa condição até que se houvesse outro modo de ver a vida, e não só a do ser humano”, disse na ocasião em que julgou ilegal a lei que regulamentava a prática no Ceará.

Esta também é a opinião do público. Em recente enquete realizada pelo portal alagoano Gazetaweb com 1 milhão de votantes, 38% foram a favor e 61% contra as vaquejadas. No site do Senado, 13 mil pessoas votaram a favor da prática, enquanto mais de 40 mil votaram contra projeto de lei que considera rodeios e vaquejadas como patrimônio cultural.

Ainda assim, na contramão do fluxo civilizatório e desesperada com a decisão do STF, a Associação Brasileira de Vaquejadas está convocando uma “mobilização nacional” para o dia da audiência. Eles prometem levar tropas de animais ao local, numa clara demonstração de que realmente não se preocupam com o desgaste físico dos animais ao submetê-los à estressante viagem até Brasília.

Por trás das intenções de “manter a tradição” e “gerar empregos”, a AVAQ esconde os reais interesses na prática: os lucros que obtém anualmente com a criação e venda dos cavalos usados nas provas, contratos de publicidade e shows musicais, que poderiam continuar, porém sem o uso de animais.

O Fórum Animal convoca os jornalistas a divulgar a convocatória que faz a entidades e indivíduos conscientes a apoiarem a apresentação da Dra. Vania Nunes e a fazerem um coro uníssono contra esta famigerada e covarde “tradição”.

Ajude-nos a divulgar, espalhe em suas redes, compartilhe nossos posts do Facebook!

Serviço:
Audiência Pública da Comissão de Esporte da Câmara dos Deputados. Anexo II, Plenário 04. Brasília, DF.
Quando: 25/10 às 14h30

#VaquejadaNão
#BrasilSemRodeios

Anúncios


Categorias:Direitos Humanos e Cidadania

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: