Mar calmo

svi_0004

Mar calmo
Gilberto da Silva

 

Tanta calma…

outrora falaram “tanto mar”…

Os passos lentos

desalentos

de tanto mar.

 

Tenho calma,

mas não a alma

e o dom de levitar.

 

Tanta brisa,

areias e estrelas do mar

que ficam a vigiar.

Anúncios


Categorias:Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: