CNPq e Mapa lançam Chamada relacionada a Agroecologia e Sistemas Orgânicos de Produção

agroeco
O Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) lançaram a Chamada MAPA/CNPq Nº 02/2016, que tem por objetivo conceder aporte financeiro a projetos que integrem atividades de extensão, pesquisa e educação relacionados a agroecologia e aos sistemas orgânicos de produção.
A intenção é implementar ou dar continuidade a Núcleos de Estudo em Agroecologia e Produção Orgânica ¿ NEA¿s, em instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. O prazo para envio das propostas é até 12 de maio de 2016.
O público alvo são estudantes do ensino básico, técnico e tecnológico; agricultores familiares; produtores em transição agroecológica ou envolvidos com a produção orgânica ou de base agroecológica; professores de instituições de ensino da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER).
O Edital é uma continuidade da política pública de fomento a criação de Núcleos de Estudo em Agroecologia e Produção Orgânica em instituições de ensino, estratégia concebida em 2008 pela Comissão Interministerial de Educação em Agroecologia e Sistemas Orgânicos de Produção e representantes da sociedade civil.
As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor de R$ 4.074.956,00, sendo R$ 2.674.956,00 destinados ao pagamento de bolsas e R$ 1.400.000,00 destinados ao pagamento da rubrica de Custeio. Estes recursos serão liberados em duas parcelas, de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira da SPRC/MAPA. Os projetos terão valor máximo de financiamento de R$ 100 mil reais, para Custeio e Bolsas.
A última chamada envolvendo o Mapa e o CNPq ocorreu em 2014 e era voltada para pesquisa em sementes, adubos verdes e boas práticas de extrativismo. Com investimento de R$ 6,8 milhões, o edital selecionou 23 projetos, que resultaram no apoio a 119 núcleos.
O Mapa estima que os estudos beneficiaram mais de 123 mil pessoas entre técnicos, agricultores e estudantes e viabilizaram mais de 1.700 produções acadêmicas.
Coordenação de Comunicação do CNPq

 

Anúncios


Categorias:Meio Ambiente

1 resposta

  1. Liberdade de Imprensa, sem Ofensa e que não Deseduque ninguém!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: