FICO

diadofico

Por Gilberto da Silva

 

Não Fico. Fico.

Dúvida.

Nesse 9 de janeiro de 1822.

A dúvida instaura na cabeça de D.Pedro I.

O príncipe regente do Brasil acata ou não as ordens das Cortes Portuguesas para deixar imediatamente o Brasil e retornar para Portugal?

As Cortes de Portugal preocupadas: os movimentos em ebulição pelos cantos do Brasil querem direção à emancipação política.

Para os movimentos se D.Pedro retornar para Portugal (uma maneira de recolonizar o Brasil) os ideais de independência vão para o beleléu.

Diante deste contexto e do burburinho geral da nação, D. Pedro declarou: “Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto! Digam ao povo que fico”.

Então,  Fico.

 

 

Anúncios


Categorias:história

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: