Eclipse total da lua terá ponto de observação na Praia de Três Lagoas

H2FOZ – Paulo Bogler
bogler@hfoz.com.br

A lua embala o canto de poetas, inspira enamorados e fascina os sonhadores. No próximo domingo (27), o astro fará mais uma demonstração de sua exuberância durante o eclipse lunar total, o último deste ano. O fenômeno terá duração de pouco mais de uma hora, começando por volta das 23h12, sendo visto na maior parte dos países. No Brasil, o eclipse será integralmente visível, podendo ser apreciado sem a necessidade de aparelhos especiais.

Em Foz do Iguaçu, o grupo de astronomia SpySky irá promover a observação astronômica do eclipse na Praia de Três Lagoas, a partir das 21 horas. Além da instalação de estrutura com telescópios e outros instrumentos, serão apresentadas informações e explicações sobre mitos, verdades e curiosidades que envolvem o satélite natural. Os participantes da atividade poderão registrar a passagem com o apoio de monitores, para que os dados coletados sejam enviados a instituições de pesquisas.


Grupo SpySky promove observação na Praia de Três Lagoas – foto Romildo Marques

A apreciação e o estudo do eclipse na Praia de Três Lagoas ainda inclui a realização de oficinas sobre o uso prático de instrumentos. Para isso, os interessados deverão possuir telescópios, binóculos e câmeras fotográficas para as iniciativas formativas de astronomia. Todas as atividades são gratuitas e os organizadores irão arrecadar lonas, roupas e material escolar para as famílias da ocupação Bubas e dos demais bairros do Porto Meira, atingidas pelo temporal de granizo.

Para o coordenador do grupo SpySky, Tiago Giorgetti, além de beleza e contemplação, o fenômeno natural deve ser aproveitado para a difusão das informações e conhecimentos sobre a astronomia. “Apesar da observação dos astros ser algo antigo, a difusão do conhecimento ainda é precária. Para isso, devem ser realizados mais eventos de observação como este, oferecendo a oportunidade para as pessoas conhecerem mais, libertando-se dos mitos e valorizando nossa existência neste vasto cosmos” defende Giorgetti.

O eclipse total deixará a lua inteiramente avermelhada. Isso acontece porque parte dos raios solares é desviada na altas camadas da atmosfera. A refração decompõe a luz em várias cores, criando o arco-íris, onde a porção vermelha do feixe iluminado atinge diretamente a lua, conferindo-lhe uma tonalidade particular. Na antiguidade, esse fenômeno era ligado a superstições e crenças. “Esse processo reúne muitos mitos e também é conhecido por Lua de Sangue, mas a verdade é que a refração da luz na atmosfera funciona como um prisma, avermelhando a lua”, explica Tiago Giorgetti.


Fenômeno da superlua só voltará a acontecer em 2033 – foto Marcos Labanca

SUPERLUA

O eclipse lunar total coincide com o fenômeno chamado superlua, onde o astro mantém maior proximidade com a Terra devido ao percurso da órbita lunar, o perigeu. Com isso, a lua apresenta o seu tamanho angular aumentado, parecendo ser maior e mais brilhante que a visibilidade habitual. Além da beleza, o eclipse de uma superlua é um acontecimento raro que aconteceu pela última vez em 1982 e só voltará a se repetir em 2033.

Em seu site, a Nasa, a agência de pesquisa dos EUA, produziu uma série de animações que explicam todo o processo que envolve o eclipse lunar total.

Anúncios


Categorias:Ciência e Tecnologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: