Dobra número de alunos matriculados nos centros de aulas flexíveis da capital região e região metrop olitana

Secretaria mantém em São Paulo 31 unidades que oferecem aulas do Ensino Fundamental e Médio a maiores de 18 anos; matrículas estão abertas

Levantamento feito pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo que acaba de ser concluído revela que o número de alunos matriculados no CEEJA nos últimos três anos mais do que dobrou (103,3%). Os Centros de Educação para Jovens e Adultos são voltados para homens e mulheres que desejam retornar aos estudos e dão preferência a uma carga de aulas flexível. Entre 2011 e 2014, na capital e região metropolitana de São Paulo foram 7,7 mil novos inscritos.

Atualmente, estão em funcionamento 31 unidades em todas as regiões paulistas. Para fazer a matrícula, basta ir a uma escola com R.G. (registro geral) e comprovante de residência. É recomendável apresentar também o histórico escolar, para que seja feito o teste de equivalência. Nos CEEJAS são oferecidas aulas do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e Ensino Médio. A idade mínima é de 18 anos.

Uma vez matriculado, o participante recebe os roteiros de estudos e deve comparecer à unidade quantas vezes forem necessárias para receber orientações, tirar dúvidas com os professores, frequentar oficinas ou palestras desenvolvidas pela instituição e realizar as avaliações parciais e finais. Ao fim, é emitido o diploma.

“Em 2014, a Secretaria recebeu uma média de nove matrículas por dia em 2014. No total, foram registrados 81,5 mil ingressos de adultos e idosos que encontraram nestas unidades com carga horária flexível a chance de concluir a graduação no Ensino Fundamental ou Médio”, afirma Virginia Nunes Oliveira, da equipe responsável pelo programa.

Foco no mercado de trabalho

No último ano, a Secretaria identificou que a maioria dos alunos estão ativos no mercado e retornaram às salas de aula em busca de melhores oportunidades de emprego. Por isso, a partir de 2015, os estudantes dos CEEJAS do Ensino Fundamental receberão o conjunto “EJA no mundo do trabalho”, antes distribuído apenas nas escolas regulares da rede.

O material, dividido por disciplina, traz conteúdo sobre mercado e a evolução do trabalho na história, e também aspectos que auxiliam a construção de um currículo, e, principalmente, no reconhecimento dos conhecimentos que acumulou durante a vida. Os livros também trazem lições sobre cidadania e direitos trabalhistas no Brasil.

Secretaria da Educação do Estado de São Paulo – Assessoria de Comunicação e Imprensa

Anúncios


Categorias:Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: