A voz do Brasil

Pedro Coimbra ppadua@navinet.com.br             Acompanhava meu amigo Eduardo Lacerda numa quinta-feira, 23 de agosto de 1968, na minha única visita a Ouro Preto,  para a fundação de um cineclube. Estávamos sentados em um barzinho com um pessoal da Universidade bebendo cerveja e cuba livre. Quando de um alto falante distante começou a sair a voz de Vicente Celestino, cantando o “O ébrio” e depois “Coração … Continuar lendo A voz do Brasil