A certeza final de nossos dias

  Paulo Hayashi Jr   publicado em 01/07/2010 como http://www.partes.com.br/reflexao/certezafinal.asp Jamais aceite algo como verdadeiro desde o início, pois senão impediria o desenvolvimento de construções mais altas da verdade. Este é o conselho do filósofo grego Aristóteles. Todavia, a postura cética não pode ser permanente, caso contrário também teríamos dificuldades em edificar obras maiores em nossas vidas. É preciso mente treinada e afinada para ver … Continuar lendo A certeza final de nossos dias

Plano de Carreira: sua empresa tem que fazer um!

“A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo.” ( Peter Drucker) Século XXI era da globalização, era marcada por grande competitividade, mudanças, e incertezas, onde todos estão voltados para resultados e, por conseguinte, preocupados com desempenhos, tornando-se imprescindível então, que para a obtenção da eficiência e eficácia, cada empresa elabore e mantenha sempre atualizado o plano de carreira de seus colaboradores. O plano de … Continuar lendo Plano de Carreira: sua empresa tem que fazer um!

Plano de Carreira: sua empresa tem que fazer um!

“A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo.” ( Peter Drucker) Século XXI era da globalização, era marcada por grande competitividade, mudanças, e incertezas, onde todos estão voltados para resultados e, por conseguinte, preocupados com desempenhos, tornando-se imprescindível então, que para a obtenção da eficiência e eficácia, cada empresa elabore e mantenha sempre atualizado o plano de carreira de seus colaboradores. O plano de … Continuar lendo Plano de Carreira: sua empresa tem que fazer um!

Aprendendo a torcer

Pedro Coimbra ppadua@navinet.com.br Na sala, meus netos, João Gabriel, Laura e Júlia fazem muito barulho num primeiro contato com novos brinquedos. São jogos eletrônicos, bonecas e afins, sofisticados e caros.Quando menino eu Governador Valadares, e eu era um menininho sempre muito limpinho, organizadinho, graças a minha mãe Maria e com poucos amigos, apesar da nossa casa ser nos fundos do Instituto Tiradentes, mantido por meus … Continuar lendo Aprendendo a torcer

Aprendendo a torcer

Pedro Coimbra ppadua@navinet.com.br Na sala, meus netos, João Gabriel, Laura e Júlia fazem muito barulho num primeiro contato com novos brinquedos. São jogos eletrônicos, bonecas e afins, sofisticados e caros.Quando menino eu Governador Valadares, e eu era um menininho sempre muito limpinho, organizadinho, graças a minha mãe Maria e com poucos amigos, apesar da nossa casa ser nos fundos do Instituto Tiradentes, mantido por meus … Continuar lendo Aprendendo a torcer

Os caminhos para a construção, produção e difusão do conhecimento científico na UNIFAP em 20 anos de existência

Cleide do Socorro Moraes de Azevedo1 publicado em 01/07/2010 <www.partes.com.br/emquestao/unifap.asp>   Resumo: Apresenta-se uma breve reflexão das formas de construção do conhecimento científico e de sua importância para as universidades. Considerando que a Universidade Federal do Amapá está completando duas décadas de atuação, este artigo faz uma análise sobre os novos ambientes proporcionados pela Instituição visando a geração, construção e produção do conhecimento, buscando através … Continuar lendo Os caminhos para a construção, produção e difusão do conhecimento científico na UNIFAP em 20 anos de existência

A importância dos Alcoólicos Anônimos na reconstrução social do indivíduo

Adalberto Romualdo Pereira Henrique * publicado em 01/07/2010 como <http://www.partes.com.br/emquestao/alcoolicosanonimos.asp&gt;   Resumo Temos observado um grande número de pessoas que a cada dia têm aumentado o consumo da substância alcoólica. O presente estudo pretende abordar a importância do grupo de Alcoólicos Anônimos na reconstrução social do indivíduo acometido pelo alcoolismo. Palavras-chave: Alcoólicos anônimos, reconstrução, social Resumen Se observó un gran número de personas que cada … Continuar lendo A importância dos Alcoólicos Anônimos na reconstrução social do indivíduo

Molho Holandês

  Aparecida Luzia de Mello* publicado em 01/07/2010 como http://www.partes.com.br/ A vida era muito apertada. Um casal, três filhos e uma idosa cega. Moradia, comida, roupa, escola, remédios, era coisa demais para o dinheiro que entrava no final do mês. O pai trabalhava de sol a sol e quando chegava, cansado, ainda cuidava da plantação que cultivava no quintal imenso, da casa alugada, para complementar … Continuar lendo Molho Holandês