Todo ser humano merece respeito!

Por Adm. Marizete Furbino “O trabalhador tem mais necessidade de respeito que de pão.”(Karl Marx) É fato que todo e qualquer ser humano gosta e precisa ser respeitado. O respeito, além de ser considerado uma valiosa virtude, é essencial para que, nas empresas, possa haver um ambiente cujo clima organizacional seja harmonioso; logo, isto se torna propício à produtividade, caso contrário, a mesma poderá ficar … Continuar lendo Todo ser humano merece respeito!

Meu palmeiras vai jogar, junto dele sempre estou

Alma Palestrina retrata com o olhar apaixonado de um palmeirense a vida esportiva de outro tempo. Um tempo em que a voz do coração valia mais que o doce encanto das liras estrangeiras. Imagine um jogador de futebol que também teve sucesso na prática do atletismo, do vôlei, do basquete e do tênis de mesa, sempre defendendo as cores de um mesmo clube. E mais, … Continuar lendo Meu palmeiras vai jogar, junto dele sempre estou

Meu palmeiras vai jogar, junto dele sempre estou

Alma Palestrina retrata com o olhar apaixonado de um palmeirense a vida esportiva de outro tempo. Um tempo em que a voz do coração valia mais que o doce encanto das liras estrangeiras. Imagine um jogador de futebol que também teve sucesso na prática do atletismo, do vôlei, do basquete e do tênis de mesa, sempre defendendo as cores de um mesmo clube. E mais, … Continuar lendo Meu palmeiras vai jogar, junto dele sempre estou

Fechei os olhos para ver o apagão

(Autor: Antonio Brás Constante)Apagão é um assunto que geralmente nos deixa no escuro, sem saber o que está acontecendo, mas logo acaba sendo apagado de nossas lembranças. As explicações sobre os motivos ficam obscurecidas por inúmeras hipóteses mal fundamentadas, e sentimos uma falta de energia geral das autoridades para tratar ou mesmo apurar o assunto (eu mesmo precisei de um empurrãozinho da jovem leitora Letícia … Continuar lendo Fechei os olhos para ver o apagão

A difícil arte de escrever

Um dos principais diferenciais, em qualquer profissão, é a capacidade de escrever textos fluentes e objetivos.O indivíduo pode ser extrovertido, carismático, ter um excelente “marketing” pessoal, mas se não souber transcrever suas ideias, o alcance das mesmas será limitado aos que o vêem ou ouvem.Os antigos primeiro usaram a voz, depois desenharam, em seguida associaram sons a símbolos e, assim, surgiu a escrita. A “Babel” … Continuar lendo A difícil arte de escrever

Todo ser humano merece respeito!

Por Adm. Marizete Furbino “O trabalhador tem mais necessidade de respeito que de pão.”(Karl Marx) É fato que todo e qualquer ser humano gosta e precisa ser respeitado. O respeito, além de ser considerado uma valiosa virtude, é essencial para que, nas empresas, possa haver um ambiente cujo clima organizacional seja harmonioso; logo, isto se torna propício à produtividade, caso contrário, a mesma poderá ficar … Continuar lendo Todo ser humano merece respeito!

Todo ser humano merece respeito!

Por Adm. Marizete Furbino “O trabalhador tem mais necessidade de respeito que de pão.”(Karl Marx) É fato que todo e qualquer ser humano gosta e precisa ser respeitado. O respeito, além de ser considerado uma valiosa virtude, é essencial para que, nas empresas, possa haver um ambiente cujo clima organizacional seja harmonioso; logo, isto se torna propício à produtividade, caso contrário, a mesma poderá ficar … Continuar lendo Todo ser humano merece respeito!

Fantasmas batem a minha porta

Pedro Coimbrappadua@navinet.com.br Recebo um e-mail de uma leitora que me pergunta, um tanto assustada, se o “Sete Orelhas”, para alguns um facínora mais cruel que Lampeão, citado por mim num texto recente, seria um dos descendentes de sua família… Em outra oportunidade uma bonita mulher quer que lhe narre fatos do passado que envolvem sua família… Aviso a todos que não sou historiador e não … Continuar lendo Fantasmas batem a minha porta

Fantasmas batem a minha porta

Pedro Coimbrappadua@navinet.com.br Recebo um e-mail de uma leitora que me pergunta, um tanto assustada, se o “Sete Orelhas”, para alguns um facínora mais cruel que Lampeão, citado por mim num texto recente, seria um dos descendentes de sua família… Em outra oportunidade uma bonita mulher quer que lhe narre fatos do passado que envolvem sua família… Aviso a todos que não sou historiador e não … Continuar lendo Fantasmas batem a minha porta

Fechei os olhos para ver o apagão

(Autor: Antonio Brás Constante)Apagão é um assunto que geralmente nos deixa no escuro, sem saber o que está acontecendo, mas logo acaba sendo apagado de nossas lembranças. As explicações sobre os motivos ficam obscurecidas por inúmeras hipóteses mal fundamentadas, e sentimos uma falta de energia geral das autoridades para tratar ou mesmo apurar o assunto (eu mesmo precisei de um empurrãozinho da jovem leitora Letícia … Continuar lendo Fechei os olhos para ver o apagão

A difícil arte de escrever

Um dos principais diferenciais, em qualquer profissão, é a capacidade de escrever textos fluentes e objetivos.O indivíduo pode ser extrovertido, carismático, ter um excelente “marketing” pessoal, mas se não souber transcrever suas ideias, o alcance das mesmas será limitado aos que o vêem ou ouvem.Os antigos primeiro usaram a voz, depois desenharam, em seguida associaram sons a símbolos e, assim, surgiu a escrita. A “Babel” … Continuar lendo A difícil arte de escrever

Gordura no cérebro

por Ana Marina Godoy: turismóloga, jornalista, MBA em Marketing – jornalista@universia.com.br ) Em época de diversos “next top model”, tenho percebido coisas que só quem acredita em fim do mundo pode explicar. Elegância é ter inteligência. Em primeiro lugar. Elegância é não se render fácil ao que tentam ditar à sua vida, à sua saúde (física e mental). Beleza é não cair em armadilhas, mas … Continuar lendo Gordura no cérebro

Raça rubro-negra: olé!

(por Ana Marina Godoy, de Curitiba/PR)Do imaginário espanhol – que meu sobrenome honra – faz parte a elegância de roupas rubro-negras. Combinação que foi disseminada e aceita em todo o mundo como de classe A. E não decepcionando as expectativas de flamenguistas e atleticanos paranaenses neste último domingo de novembro de 2009. Jogos de conquistas, como o elegante e sedutor ritmo flamenco propicia em expressões … Continuar lendo Raça rubro-negra: olé!